Buscar
  • mandaverorg

Banco Comunitário - Tv Pajuçara


Instituto lança moeda social Sururote para beneficiar moradores do Vergel

Assessoria Ascom | 25/02/21 - 13h20


Nesta quinta-feira (25), o Instituto Mandaver lança a moeda social Sururote, no bairro do Vergel do Lago. O público-alvo são moradores da região que vivem com cerca de 300 reais por mês para que assim possam investir em negócios locais e melhorias estruturais de suas moradias.


A moeda é obtida através da entrega das cascas de Sururu, que tradicionalmente é tratada como lixo e descartada de forma irregular na região lagunar, em uma unidade de beneficiamento, colaborando com a limpeza e o meio ambiente. O design da moeda e as representações estampadas nas cédulas foram escolhidas pelos moradores.


A ideia surgiu em 2019 com a criação do Mercadinho Social, que evoluiu para o Banco Social. Com isso, os moradores da região receberam diversos treinamentos específicos para entender como funciona uma moeda social, a abrangência de sua importância na região e economia circular.


A criação do banco comunitários possibilita o empoderamento da comunidade e o desenvolvimento local, sendo este não apenas econômico, mas também social. Além das ações diretas do banco, existem as ações complementares a ele, que também ajudam no fortalecimento do relacionamento entre banco social e comunidade.


Apesar de gerar lucro, o banco social do Mandaver não irá distribuir dividendos aos acionistas, mas sim, destinar todo o excedente a objetivos sociais no território, alavancando assim seu impacto positivo. Os investidores do banco podem recuperar o seu investimento nominal, porém todo o lucro é reinvestido para alcançar os objetivos sociais ou ambientais.



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo